20 de fevereiro de 2020

Hoje eu me peguei perseguindo os rastros e restos do que foi nossa amizade. Como eu deletei a maioria dos posts, fotos, e-mails, lembranças, eu não tenho mais certeza do que foi. Tenho apenas o que escrevi na época sobre a situação e eu sei desde quando escrevi o quanto aquilo foi enviesado e escrito…

13% de umidade

– Que desperdício de vida! Você ouviu isso, moça? Ele mudou de cidade, saiu do emprego pra ir atrás de uma mulher que já estava com outro, que fechou a porta na cara dele. Odara olhou para o homem que estava puxando conversa com ela, o único que não se intimidou com a carranca que…

Angústia

Bombeava, mas Não ouvia as batidas Do coração De cor Parecia peso morto Sem sequer ruídos roucos Ele estava enterrado Lá no fundo submerso Era o sonho da lembrança, hipotético. Batidas bem ouvidas De cor sabia só as suas Retumbavam em mim E ecoavam vazias em vão Me lembrando do morto. De que morreu o…

Lamento de uma cor só

Ai a minha cor minha Cor(agem) é pouca Meu cor(ação) aguenta muito Ser cor(tez) de tez escura É como um cor(te) de faca bem fina Que afunda e dá prazer a quem cor(ta) Meu cor(po) é de quem? Foi cor(rompido) por quem? Esse cor(te) profundo sara? Ai a minha cor preta Pretérita Hoje preterida Tamires…

Saddy, a vampira

Eu sempre pensei que meus caninos proeminentes me faziam um pouco vampira. Quando analiso meu histórico de relacionamentos, parece que foi um palpite certeiro. Dizem que fora o mito que dorme em caixões, só morre com estaca de madeira no coração, não gostam de prata ou alho – vampiros são aquelas pessoas que sugam sua…